Leia as palestras de Deepica Mutyala sobre a inclusão nos negócios da beleza

É claro que a indústria da beleza está se movendo na direção certa. Nos últimos dois anos, grandes marcas repensaram suas mensagens para se tornarem mais inclusivas: recém-chegados como Milk Makeup quebraram o molde com a forma como definimos beleza. O sucesso fenomenal da Fenty Beauty provou que a inclusão de tonalidades era exatamente o que a indústria precisava. E marcas como Cover FX continuam a defender suas ofertas de tonalidades expansivas - sabendo antes a tendência que abraçando a diversidade é a melhor forma de atender seus clientes.

Coincidindo com o lançamento de Nova Fundação Power Play da Cover FX , disponível no 40 tons únicos que a marca vem oferecendo há algum tempo, vlogger de beleza e fundador de Matizado , Deepica Mutyala, uniu forças com Criar e cultivar e organizou um painel de participantes importantes que pressionam por mudanças na indústria da beleza. Antes de ela liderar a conversa, sentamos com Mutyala para ouvir mais sobre seus pensamentos sobre o estado da indústria da beleza hoje e quais mudanças ela está trabalhando com a Tinted.

Sobre o estado da indústria da beleza hoje

'Em geral, eu diria que durante os últimos três anos como influenciadora de beleza, percebi que mais e mais campanhas estão incluindo uma gama de mulheres, e acho que a parte mais emocionante é que mais marcas estão aumentando sua gama de tonalidades', observa Mutyala. 'Antes, eu tinha que misturar meus tons. Além do punhado de marcas que realmente tinham minha cor - Cover FX sendo uma delas - na maioria das vezes, eu tinha que misturar fórmulas, e isso era uma sensação de derrota. Faz você sentir que o jeito que você é não é o suficiente. '



E enquanto Mutyala elogia a direção que a indústria está tomando expandindo suas linhas para incluir mais sombras, ela questiona a autenticidade por trás dessas ações, reconhecendo que 'parece mais estratégico do que genuíno e fundamental para quem eles são.' Ela observa que o que é legal sobre Cover FX e seu lançamento da coleção Power Play que inclui 40 tons, é que sempre fez parte do que a marca é - 'e isso é uma coisa muito rara de se poder dizer sobre uma marca de beleza , 'diz Mutyala. 'Acho que hoje em dia, se você não está fazendo isso como uma marca desse tamanho, está prestando um péssimo serviço à sua comunidade e ao que sua marca representa.'

o que é um corte deva para cabelos cacheados

Apesar de sua apreensão das causas motivadoras de algumas outras marcas, ela ainda reconhece a tendência como um passo na direção certa. 'Acho que o fato de as pessoas estarem fazendo isso - seja pelos motivos certos ou errados, porque sentem que têm que fazer parte da conversa - geralmente, a existência é uma vitória agora', afirma ela.

“O lançamento do Fenty é um grande alerta para muitas marcas perceberem que precisam fazer parte dessa conversa, que é realmente incrível e empolgante”, diz Mutyala. 'Então eu acho que é um grande momento.' Ela também credita a Kardashians com a expansão da percepção de beleza da sociedade. 'Diga o que quiser sobre essa família, mas eles fizeram muito por este mercado de meia-idade e por mulheres que não são modelos tamanho zero na mídia', explica ela. “Acho que houve marcos, seja na TV ou no lançamento de marcas de beleza.Houve muitos avanços e mudanças, mas ainda sinto que a comunidade que não está sendo representada são todas essas mulheres mid-mid, e acho que isso vai para o sul da Ásia, Oriente Médio, raça mista e latina ainda. '

você pode usar creme cc sozinho

Sobre por que ela fundou o Tinted

“Honestamente, toda a ideia do Tinted foi apenas porque acho que toda a minha vida foi um exemplo de por que o Tinted precisa existir. E, especificamente, nos últimos três anos estando na indústria da beleza do lado do influenciador e meio que vendo a mudança - uma mudança positiva na mídia - para a representação das mulheres de cor. É realmente emocionante, com certeza. Ainda há um longo caminho a percorrer. '

Crescendo no Texas, Mutyala realmente tingiu seu cabelo de loiro e usava lentes de contato azuis para se parecer mais com seus pares brancos. 'Eu acho que o que é tão emocionante é esta é a primeira vez na minha vida que reconheço quem eu sou, e isso está realmente me ajudando na minha carreira, ' ela observa. 'É empolgante ver que é o caso, porque enquanto crescia era o oposto - eu tentei mascarar quem eu era.'

Mutyala lançou o Tinted em janeiro, buscando promover uma comunidade para quem se sente sub-representado no estado atual da indústria da beleza. “A maior coisa que quero que as pessoas entendam com o Tinted é que, quando dizemos 'todos os tons intermediários', é intencional porque não é definido por uma etnia ou raça ', explica ela. ' É mais sobre a ideia se você se sente não representado, queremos representá-lo . Não é tamanho único. Todas as formas e tamanhos diferentes, transgênero, curvilíneo, plus size, o que quer que você seja - não quero nos definir por uma raça porque há muitas pessoas que precisam dessa representação. '

Nas sombras intermediárias

Quando o Tinted foi lançado pela primeira vez, ele começou fortemente com um Sul asiático influência 'porque essa era minha própria história pessoal', conta Mutyala, que observa que, mesmo dentro da comunidade indiana, existem tantos tons e variações - algo que ela reconheceu ao dar conselhos por meio de seus tutoriais de beleza. 'Eu acho que a conversa é tão importante porque parece frustrante quando você vai a uma drogaria e está tentando encontrar sua sombra e você fica tipo, Bem, aquela garota indiana tinha, por que não funciona para mim? 'descreve Mutyala. - E então você ainda sente que não é o suficiente.

Mutyala observa como ambos os lados do espectro agora têm uma forte representação graças a marcas como Fenty Beauty (embora ela ressalte como 'obviamente um lado tem uma representação muito mais forte do que o outro lado'), mas ela ainda está esperando que essas sombras do meio sejam reconhecidas. “Quando vejo mulheres de cor ganhando, parece que todas estamos ganhando”, diz ela. 'Mas você está meio que esperando por aquele momento quando é realmente vocês que está sendo representado. '

como usar um coque sem danificar o cabelo

Ela diz que acabou com a tendência de haver 1 representante simbólico de cada raça ou marca, dando desculpas de que não sabe onde estão os indivíduos que estão excluindo. 'Eu meio que tive esse momento de perceber que precisava haver uma comunidade unificada onde todos nós podemos discutir e ter essa conversa, e isso é fortalecedor e edificante e apenas faz com que todos se sintam como eu não sentia quando cresci, 'diz Mutyala.

Sobre o que vem a seguir

À medida que a comunidade Tinted cresce, Mutyala espera se expandir para produtos (suas camisetas que dizem 'minha pele não é uma tendência' já são um sucesso) e possivelmente até sua própria linha de beleza para mulheres de cor. Mas, por enquanto, ela está focada em continuar a conversa que considera pertinente para fazer progresso na indústria da beleza. 'No momento, estou gostando muito do fato de estarmos criando uma conversa e fazendo parcerias com marcas que estão fazendo isso da maneira certa - porque acho que é muito importante antes mesmo de irmos lá para ampliar, homenagear e dar crédito às marcas estão fazer certo porque só vai forçar as marcas que não estão a fazer também ', diz ela.- E então podemos pensar no que vem a seguir.